a moon shaped pool

os radiohead mudaram. o novo disco “a moon shaped pool” não é um novo “ok, computer”. é sim, um disco altamente experimental. após o seu recente e inacreditável desaparecimento de todas as redes sociais, os radiohead conseguiram criar bastante curiosidade no seu público acerca deste novo disco.

todas as faixas são diferentes. até no estilo. mas sempre radiohead. desde batidas electrónicas em “ful stop”, a uma batida pop em “burn the witch”, arranjos corais em “identikit”, uma melancolia instrumental em “daydreaming” ou mesmo um pouco de jazz em “deks dark”. este álbum está cheio de excelentes arranjos orquestrais e, claro – ou não fossem os radiohead – instrumentos de cordas. muitas cordas.

como sempre, as letras de Thom Yorke são poesia pura. no seu habitual tom melancólico mas, neste álbum, nota-se algum optimismo – o que parece estranho nos radiohead.

a canção “true love waits” – uma das minhas favoritas dos radiohead – encontra finalmente o seu lugar perfeito neste álbum, recebendo o tratamento de estúdio há muito desejado.

este álbum não será o melhor dos radiohead e não é de certeza “ok computer”, mas é, sem dúvida, um dos melhores, com verdadeiras obras primas, ao lado de “kid a”, “the bends”, “in rainbows” ou mesmo de “ok computer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *